Compartilhar Inscreva-se

Medo de escrever? Conheça essas dicas e acabe com ele!

Medo de escrever? Conheça essas dicas e acabe com ele!

Acho que está pra nascer uma fobia tão grande quanto a aversão ao ato de escrever. Conheço – e poderia listar aqui – uma infinidade de pessoas que preferem matar um leão a ter que desenvolver um texto.

Mas, acredite e tenha calma: há tratamento pra essa “fobia”. O hábito de escrever realmente não é muito difundido entre os brasileiros. Desde a escola, a disciplina de Língua Portuguesa, ao invés de incentivar os estudantes, gera mais aversão.

Aqui na 2op, passamos por isso. Temos uma equipe multidisciplinar, composta por diretor de arte, designer, programadores, desenvolvedores, administradores. Apesar das diferenças de habilidades – o que, com certeza, agrega muito valor -, todos têm algo em comum: uma aversão à escrita.

Para iniciar nossas postagens aqui no blog, eu, na condição de redatora, ouvi muita reclamação. Mas, comecei a perceber que, ao iniciar ou, pelo menos, tentar escrever, aos poucos, a galera começou a se soltar. Como é uma prática recente, ainda há muito caminho a ser percorrido; mas, já vemos mudanças de comportamento em relação a essa tarefa.

Cada um, a partir da prática, desenvolve sua própria maneira de começar a escrever de forma mais natural. Algumas dicas podem ajudar a desenvolver essa técnica, olha só:

  1. Leia sempre!
    O ato de ler incentiva a escrita e amplia o vocabulário; e se você está munido de palavras, a escrita é só uma boa consequência. Não importa o que você vai ler, comprometa-se a diariamente ler, ao menos, um artigo; ou melhor, tire meia hora do seu dia para leitura.
  2. Tenha um blog (ou um caderno de anotações)
    Se você começar a escrever sobre o que gosta, você automaticamente gostará de escrever. Escreva sobre seu dia, sobre um assunto polêmico, enfim, qualquer coisa que te chame atenção. Dessa maneira, quando você tiver que escrever sobre algo (que não seja necessariamente o que você gosta), será muito mais fácil.
  3. Seja objetivo
    O ser humano tem uma necessidade incrível de se explicar. O brasileiro, em especial, é “enrolado” para dizer algo que, muitas vezes, poderia ser dito de maneira muita fácil. Tenha em mente o que você quer repassar quando for escrever e coloque isso na prática. Vale lembrar também que você não precisa usar palavras rebuscadas e chiques para escrever bem. Lembre-se: escrever bem é ser simples!
  4. Revise sua produção
    Certo: depois de vencer o pânico, você conseguiu escrever. Agora é hora de revisar. Você não precisa ser um especialista em Língua Portuguesa para revisar seu texto. Basta ter um dicionário e uma gramática simples para realizar essa tarefa. Depois de revisado, se você ainda tiver dúvidas, vale contar com a ajuda de um amigo para dar uma olhada e contribuir.

como-escrever-bem-sem-medo

Escrever não é um bicho de sete cabeças como acreditamos ou como parece ser. É um exercício de prática (assim como andar de bicicleta).

A ideia não é que você saia por aí escrevendo alucinadamente. O objetivo é que a sua escrita – seja ela de e-mail para clientes, fornecedores e parceiros de trabalho, ou de apresentações e comunicados em sua empresa – seja um processo leve e satisfatório. Além disso, que o objetivo de comunicar algo a alguém seja concluído com sucesso.

Minha dica é: deixe para trás esse pânico e se desafie. Tenho certeza que você ficará orgulhoso de si mesmo. Que tal começar a prática deixando um comentário aqui no post?

Compartilhe:

Junte-se a nossa lista de mais de 6.000 leitores.

Receba em primeira mão dicas e novidades da 2op!

Campo obrigatório
Email inválido

Deseja receber e-mails sobre os serviços da 2op? Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Selecione uma opção.
Ao informar seus dados, você concorda com a Política de Privacidade.

Agora estamos prontos para ajudar você!

Você receberá todos os nossos conteúdos e dicas exclusivas.