Ideias que
conectam pessoas
Qual é o tipo de conteúdo que devo publicar no blog da minha empresa?

Qual é o tipo de conteúdo que devo publicar no blog da minha empresa?

Já falamos aqui sobre a importância de um blog para sua empresa. A ferramenta serve tanto para oferecer conteúdos relevantes ao seu público-alvo, quanto para criar um canal de comunicação efetivo com os interessados em seus produtos ou serviços e os consumidores da sua marca.

E essa prática vem se tornando cada vez mais comum. Atualmente, 7 em cada 10 empresas brasileiras utilizam o marketing de conteúdo em suas estratégias digitais, segundo dados do relatório Content Trends 2016, publicado pela Rock Content.

O problema é que, muitas vezes, a prática de publicações constantes acaba sendo deixada de lado e, aos poucos, o blog vai caindo no esquecimento ou recebendo apenas textos pontuais sobre festa e eventos da empresa ou lançamentos de projetos, etc.

Nem de longe esse é um bom caminho a seguir. Para obter resultados satisfatórios, o trabalho precisa ser constante, com o tipo de conteúdo certo para atrair e converter leads em clientes.

Mas, você sabe qual é o tipo de conteúdo que deve publicar? Tem dúvidas sobre o assunto? Então, confira as dicas que selecionamos para você!

giphy

Funil de vendas

A dica principal consiste em trabalhar o conteúdo de acordo com o funil de vendas da sua empresa: TOFu, MOFu e BOFu; ou seja, conteúdo de topo, meio e fundo de funil. Cada etapa é diferente, porém imprescindível. Para que os resultados sejam alcançados, estratégias e conteúdos específicos devem ser adotados em cada uma delas.

Topo

No topo do funil estão os prospects que buscam algum tipo de informação sobre a área de atuação da sua empresa, mas, que nem sempre desejam comprar seus produtos ou serviços.

Essa é parte do funil que costuma movimentar o maior número de pessoas, por isso, seu trabalho é, através das publicações no blog, despertar o interesse dos visitantes por meio de assuntos mais generalizados e fáceis, para que avancem pelo funil de vendas e se tornem futuros clientes.

Lembre-se de que nessa etapa você não falará do seu produto ou serviço, tampouco da sua empresa. A ideia é chamar a atenção das pessoas para problemas que elas nem imaginavam ter, a fim de que você se torna a melhor solução para elas.

Meio

Se no topo do funil você “acendeu a luz de alerta” do seu prospect para um possível problema, essa é a hora de mostrar como seu negócio, produto ou serviço pode ajudá-lo. O conteúdo aqui precisa ser mais um pouco mais vendedor, sem deixar de ser interessante para o lead.

Nesta fase, você pode esclarecer dúvidas do seu leitor, publicar temas mais aprofundados sobre seu produto ou serviço, apresentar casos de sucesso de empresas e/ou pessoas que utilizem produtos oferecidos pela sua empresa. A ideia é fazer o consumidor imaginar todos os benefícios que pode conquistar ao adquirir a solução disponibilizada pela sua empresa.

Nessa etapa, você fortalece ainda mais a confiança com seu lead para encaminhá-lo ao estágio final do funil: a compra.

Fundo

Chegou a hora de vender: após o período de nutrição do seu lead, é o momento de fazer negócios. O conteúdo pode continuar sendo sua ferramenta, mas a publicação precisa ter um tom maior de persuasão, com preços, ofertas e vantagens oferecidas com a compra.

Aqui, uma boa estratégia é demonstrar os benefícios do seu produto através de webinars de venda, por exemplo, que permitem apresentar conteúdo, interagir com os interessados e realizar negociações de forma prática e eficiente.

Quer outras dicas sobre o assunto? Então, acesse o post: 5 erros que você não pode cometer no blog da sua empresa.

Gabriela Gibikoski

Jornalista por paixão e formação, graduada em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo. Cursando pós-graduação de Marketing Digital e Mídias Sociais e amando descobrir um novo mundo em uma agência de publicidade, propaganda e resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *