Ideias que
conectam pessoas
Entenda o que é e como se estrutura uma Landing Page

Entenda o que é e como se estrutura uma Landing Page

Somente atrair as pessoas para o seu website não é suficiente. É importantíssimo que elas deem um passo além, que avancem, que deixem – por vontade própria – um dado de contato para que sua empresa possa iniciar um relacionamento.

Mas, como ela fará essa ação se você não disponibilizar um espaço atrativo e exclusivo para isso? É sua responsabilidade fazer com que o usuário “não tenha saída” e se sinta instigado e levado a ceder suas informações.

É exatamente aí que entram as Landing Pages.

O que são Landing Pages?

Traduzidas livremente como páginas de destino, as Landing Pages são páginas desenvolvidas exclusivamente para a conversão dos usuários.

Para quem está chegando agora, o termo conversão se refere ao ato de preencher um formulário, liberando informações em troca de um material gratuito.

Em resumo, funciona da seguinte maneira: você cria uma página única, preferencialmente sem links que possam dispersar a atenção do usuário, para que ele preencha os campos solicitados. Em troca, você oferece um conteúdo, um material.

É uma negociação justa: afinal, todo mundo sai ganhando. Você, porque possui informações de um potencial cliente. Ele, porque ganhou um material que pode agregar valor no que procurava.

Como se estrutura uma Landing Page?

Uma Landing Page é objetiva e direta. Seus elementos são, essencialmente:

– Logotipo: para identificação.

– Título: quando se trata da oferta de um material gratuito, geralmente utiliza-se o título do material, levando em consideração, é claro, a otimização SEO e a presença de palavras-chaves.

– Imagem: novamente, quando a Lading Page for referente ao download de um material, é interessante trabalhar na aplicação de um mock-up. Essa é uma iniciativa que se torna mais atrativa para o usuário.

– Tópicos: os tópicos são iscas que demandam atenção. Eles vão tratar muito brevemente sobre o que o material aborda. É essencial, por exemplo, que esses pontos sejam escolhidos com base nos desejos, desafios e objetivos da persona, relacionando, também, com o conteúdo.

– Campos do formulário: é bastante inapropriado querer saber sobre a vida inteira do usuário em um formulário. Isso significa que investir em um uma imensidão de campos para serem preenchidos só vai afastá-lo. Peça o que realmente é relevante.

– Política de privacidade: informar – mesmo que brevemente – uma política de privacidade, deixando claro que você se compromete em não enviar SPAM ao usuário também é essencial.

– Redes sociais: os botões referentes às redes sociais não devem redirecionar para elas. Ao clicar neles, são realizadas as ações respectivas: curtir, comentar, compartilhar diretamente na Landing Page.

Abaixo, você confere um modelo de Landing Page utilizada pela 2op:

modelo-landing-page-2op

O objetivo principal de uma Landing Page está trabalhar todos os seus elementos para realmente convencer o usuário a preencher os campos do formulário para que, dessa forma, seja possível, iniciar um relacionamento.

Quer saber mais sobre como o relacionamento pode ser o segredo para o sucesso das vendas? Então, confira essa dica: O que é e por que sua empresa precisa ter uma Automação de Marketing.

Michele Garbin

Redatora publicitária, mãe coruja e leitora assiduamente assídua. Graduada em Letras, Especialista em Metodologia no Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira e amante e aprendiz de publicitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *