Ideias que
conectam pessoas
Por que sua empresa precisa ter uma página e não um perfil no Facebook

Por que sua empresa precisa ter uma página e não um perfil no Facebook

O Facebook já se consagrou como a maior rede social do mundo. Segundo dados da própria ferramenta, atualmente existem mais de 1,650 milhão de usuários ativos mensais na plataforma.

E as funcionalidade da rede criada por Mark Zuckerberg vão muito além do compartilhamento de fotos e vídeos pessoais. Cada vez mais a plataforma tem sido utilizada por empresas como um canal efetivo de relacionamentos com clientes e de divulgação de produtos e serviços.

Aqui em nosso blog, diversas vezes apresentamos os principais motivos para que a sua marca esteja no Facebook. No entanto, percebemos que muita gente ainda tem certa dificuldade em transformar a ferramenta em um canal de comunicação.

Por isso, muitos também acabam cometendo alguns erros. O principal deles acontece logo ao ingressar na plataforma: criar um perfil ao invés de uma página no Facebook.

Mas, qual a diferença entre eles? É isso que você vai descobrir em nosso post de hoje!

Objetivos diferentes

O grande ponto consiste em entender que perfis e páginas possuem objetivos diferentes.

Os PERFIS possuem caráter pessoal e, portanto, contam com informações “particulares” dos usuários, como ano de nascimento, local de trabalho, estudo e uma linha do tempo com fotos/vídeos de amigos, familiares, entre outras informações.

As PÁGINAS, por sua vez, são destinadas a “pessoas jurídicas”, logo, devem ser utilizadas por empresas, organizações e pessoas públicas, para que entrar em contato com seus clientes ou fãs.

Dessa forma, a proposta é principalmente oferecer informações e conteúdos atrativos para os interessados no seu negócio, de uma maneira profissional e comprometida.

Por que não criar um perfil

Vale lembrar que a prática de criar um perfil para empresas não é bem vista pelo Facebook. Os termos de serviço da plataforma deixam isso claro e até alertam os usuários sobre o assunto:

Manter uma conta pessoal para qualquer coisa que não seja uma pessoa é uma violação da Declaração de direitos e responsabilidades do Facebook. Caso não converta sua conta fora das especificações em uma página, você estará arriscado a perder permanentemente o acesso à sua conta e a todos o seu conteúdo.

Deu pra perceber que, definitivamente, criar um perfil não é uma boa ideia. Além de correr o risco de perder o acesso e as informações publicadas no local, você terá outras desvantagens em relação aos concorrentes que utilizam páginas para se comunicar com o público-alvo.

Amigos x fãs

Sabe aquele trecho da música do Roberto Carlos: “eu quero ter um milhão de amigos”? Então, ele não se aplica a um perfil, já que o limite de amizades por lá é de cinco mil.

Já na página da sua empresa, você não terá “amigos”; eles são chamados fãs e devem curtir a fanpage para receber as atualizações. Diferente do perfil, as páginas não tem limites de “curtidores”, por isso aqui é possível, sim, ter aqueles “um milhão de fãs”.

Recursos personalizados

Em um perfil você consegue adicionar, fotos, vídeos, textos e só! Tudo instantaneamente. Já em uma página, além de todos esses recursos é possível ainda publicar ofertas, criar eventos, fazer diferentes tipos anúncios, direcionando-os para públicos personalizados e muito mais!

Os recursos de personalização em uma fanpage ainda vão muito além. É possível criar abas específicas para organizar o conteúdo e facilitar a comunicação com os clientes, como por exemplo, um espaço para o SAC ou Fale Conosco.

Além disso, uma página também permite administradores múltiplos e diferentes níveis de administração, oferece estatísticas de alcance de suas publicações para que você consiga mensurar o retorno e ainda conhecer melhor seus fãs.

Minha empresa tem em um perfil, e agora?

Se a sua empresa tem um perfil pessoal, saiba que é possível transformá-lo em uma página no Facebook, com ajuda da própria ferramenta. Assim, você criará uma nova Página no Facebook com base em sua conta pessoal.

Ao fazer isso, a foto de perfil e a foto de capa atuais serão transferidas automaticamente para a página. O nome da conta pessoal será o nome da Página, você conseguirá migrar os amigos para curtidores e ainda transferir fotos que compartilhou na conta pessoal.

Para converter a sua conta pessoal em uma página do Facebook:

  1. Acesse o link Criar uma Página do Facebook baseada no seu perfil
  2. Clique em Começar e siga as instruções na tela

Lembre-se de que:

  • Só é possível converter seu perfil em uma página uma vez;
  • Sua conta pessoal não será excluída, portanto, você terá um perfil pessoal e uma página destinada a sua empresa após concluir a conversão;
  • Será possível gerenciar a página através da sua conta pessoal.

Pronto! Agora é só definir uma estratégia efetiva de comunicação com os seus clientes e iniciar o gerenciamento da sua página. Com toda a certeza, os resultados serão muito melhores!

E aí, gostou desse post? Quer saber mais sobre o assunto? Então, não deixe de conferir também: Como investir no Facebook e obter retorno com sucesso. Até o próximo!

Gabriela Gibikoski

Jornalista por paixão e formação, graduada em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo. Cursando pós-graduação de Marketing Digital e Mídias Sociais e amando descobrir um novo mundo em uma agência de publicidade, propaganda e resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *