Ideias que
conectam pessoas
4 atributos (de sucesso) de vendedores da era digital

4 atributos (de sucesso) de vendedores da era digital

Não é novidade para ninguém que estamos, mais do que nunca, em uma era digital e conectada e que isso tem refletido diretamente nas funções desempenhadas por muitas profissões. Em particular, os vendedores já não são mais os mesmos.

Essa é uma nova situação que se desencadeou por um motivo bastante importante: a forma de comprar do consumidor/cliente não é mais a mesma porque esse mesmo consumidor/cliente mudou. Então, para novos compradores precisamos – inevitavelmente – de novos vendedores.

A lógica é fácil: quem não se atualizar, não aprender a “nova” maneira de vender, fica pra trás. Se o vendedor vier com aquela conversinha mole de “mostrar os benefícios e vantagens do produto”, adeus! A venda vai, em segundos por água abaixo!

O novo perfil do vendedor da era digital não se satisfaz com a média e é destaque junto com a equipe e não à frente dela. Quer entender um pouco mais sobre essa mudança? Confira abaixo 4 atributos (de sucesso) de vendedores “digitais”.

1. Organização

Planilhas alocadas em pastas infinitas, materiais de prospecção perdidos em uma pasta que não parece ter fundo e aqueles minutos intermináveis a procura de uma caneta: possivelmente você já se deparou com um vendedor que, sem perceber, teve um (ou todos) os comportamentos acima, certo?

Na era digital, isso não passa! As pessoas não têm tempo a perder e, por isso, a organização de um vendedor quanto às tarefas que desempenha, aos materiais que necessita e às informações que possui é atributo-chefe.

2. Competição em equipe

Sim, muito além de ser competitivo e querer sustentar o título de “vendedor do mês”, atualmente é mais valioso para uma empresa alocar um vendedor que sabe que as metas da equipe têm tanta – ou mais – importância que as suas individuais.

Esse novo perfil é menos resistente a mudanças e mais resiliente às reviravoltas (que são BEM constantes quando se fala em digital).

3. Ouvir para aprender (e ensinar)

O “chato” que empurra o produto “goela abaixo” está com os dias contados! Os “novos” vendedores têm a capacidade de ouvir muito aguçada e, principalmente, sabem como utilizar as informações que escutam a seu favor (sem ser inconvenientes).

Além disso, sabem que todo dia é uma boa oportunidade para aprender algo novo e aplicar em sua venda. E, mais importante: entendem que muito além do produto, é preciso reinventar-se a cada venda, ensinando e contribuindo pro sucesso do cliente.

4. Consonância com os valores da empresa

Encontrou um vendedor que sabe ouvir, aprender, é um competidor saudável e organizado? Ótimo! Agora é a hora de saber se ele consegue estar alinhado com os valores da sua empresa. É claro que, antes de mais nada, é necessário que você tenha claro quais são esses valores, quais os preceitos e como colocá-los em prática.

Esse é um item que pode ser trabalhado ao longo do tempo, mas certifique-se de que ele consegue se encaixar nesse perfil.

Não é fácil encontrar um bom vendedor, não é mesmo? Mas, com persistência e determinação, você consegue garimpar talentos que vão agregar à sua equipe!

Michele Garbin

Redatora publicitária, mãe coruja e leitora assiduamente assídua. Graduada em Letras, Especialista em Metodologia no Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira e amante e aprendiz de publicitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *