Ideias que
conectam pessoas
4 informações que você precisa saber sobre Marketing Mobile para 2016

4 informações que você precisa saber sobre Marketing Mobile para 2016

Celulares, tablets e smartphones tornaram-se praticamente uma extensão do nosso corpo. Em casa, no trabalho ou na rua, estamos sempre com eles, conectados e com um mundo de informação na palma de nossas mãos. Sem eles, nos sentimos perdidos e “deslocados”, como se algo vital realmente estivesse faltando.

Sentimento que certamente já foi experimentado por muitos dos leitores desse post e também por outros milhares de brasileiros. Isso porque, de acordo com dados divulgados pela Nielsen Ibope, o número de usuários de smartphones no Brasil chegou a 76,1 milhões no terceiro trimestre de 2015. E, o que mais impressiona é o crescimento de 48% em relação ao mesmo período de 2014.

É, não adianta negar! Esses aparelhos passaram sim a ocupar boa parte do nosso dia, facilitando tarefas e transformando hábitos. Seja para acompanhar as redes sociais, ler notícias, ter acesso à conta bancária ou realizar compras, eles são nossos aliados. O aumento significativo nas vendas de smartphones também comprova o que estou falando aqui.

Antenadas ao cenário, empresas e instituições têm voltado os olhares para esses usuários e investido cada vez mais em estratégias de marketing mobile, ou seja, o marketing praticado através de dispositivos móveis. O objetivo é criar uma relação ainda mais próxima com o consumidor e facilitar e agilizar sua rotina.

Ficou interessado no assunto? Então, confira 4 informações sobre marketing mobile que separamos para você!

1. Maior conhecimento sobre seu cliente

O imenso número de dados à disposição das empresas – também conhecido como big data – vai ajudar a entender melhor o comportamento dos consumidores e poderá ser utilizado para definir estratégias mais interativas com usuários de smartphones.

O caminho é longo e precisa ser muito bem traçado para que o impacto junto ao consumidor através da tela de seu tablet ou celular realmente funcione e não gere uma experiência negativa.

2. Melhor posicionamento em ferramentas de busca

Em 2015, um novo algoritmo de rankeamento do Google passou a priorizar os sites que possuem versão mobile. Sendo assim, se você estiver preparado para atender seus consumidores através desses dispositivos também será mais facilmente encontrado por eles.

Além disso, o Google, que já exibe vídeos para resultados de buscas, também está experimentando vídeos com anúncios. Em outras plataformas, como o Facebook, por exemplo, a exibição de vídeos é feito de forma automática e tem sido priorizada.

Também é bastante provável que o Google se adapte à realidade desses usuários, proporcionando buscas em dispositivos móveis mais personalizadas e de acordo com as suas preferências.

3. Integração entre mídias sociais, e-commerce e apps

As ferramentas para estratégias de marketing mobile caminham cada vez mais para a integração. Mídias sociais, aplicativos e e-commerce passarão a complementar suas funcionalidades. Exemplos claros são o “Compre agora” do Instagram ou o botão de “Reservar agora” do Facebook.

Dessa forma, o usuário não precisa sair de sua rede social para realizar a compra em outro endereço da web. Com a união dessas plataformas, a experiência para o usuário é facilitada gerando pontos positivos para a empresa que se utiliza disso.

4. Inovação de aplicativos

Está com problemas para pagar as contas, dormir, ou organizar as tarefas da casa? Os aplicativos são a solução. Basta realizar uma rápida busca no Google e você encontrará milhares deles a sua disposição. Em 2016, no entanto, a tendência é que diversas funcionalidades sejam unidas em um só aplicativo.

Dessa forma, os apps também se tornarão parte integrante da vida dos usuários. Cabe as empresas e equipes de marketing, portanto, descobrir novos nichos de mercado para solucionar os problemas de seus consumidores e sair na frente dos concorrentes.

Seja através da criação de um site preparado para dispositivos móveis, de vídeos interativos ou de um aplicativo, o que vale mesmo é criar uma experiência positiva e inovadora para os usuários com o poder da informação.

Com informações de Contentools

Gabriela Gibikoski

Jornalista por paixão e formação, graduada em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo. Cursando pós-graduação de Marketing Digital e Mídias Sociais e amando descobrir um novo mundo em uma agência de publicidade, propaganda e resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *