Ideias que
conectam pessoas
Segmentação de clientes: seu produto/serviço não foi feito para todo mundo

Segmentação de clientes: seu produto/serviço não foi feito para todo mundo

Quando você inicia um negócio, seu principal objetivo, com certeza, consiste em atingir o maior número possível de pessoas e, dessa maneira, concretizar o sucesso da empresa.

No entanto, na prática, não é bem assim que as coisas funcionam. Dois motivos básicos justificam esse fracasso. Primeiro: seu produto/serviço não foi feito para todo mundo. Segundo: ninguém quer fazer parte de uma massa. As pessoas querem, mais do que nunca, exclusividade.

Por isso, para garantir a lucratividade e o crescimento constante da empresa, um dos principais segredos está exatamente no caminho contrário: a segmentação de clientes. Pense comigo: quando a Apple desenvolve um novo modelo de smartphone, a marca não tem a intenção, em nenhum momento, que ele seja adquirido por “todo mundo”.

Os produtos dessa marca são direcionados – desde sua produção até a sua comercialização, incluindo aqui, seu marketing – a um determinado público, previamente estudado e definido. E provavelmente seja por isso que ela é um sucesso em todos os aspectos!

Vamos explicar melhor!

Segmentar públicos significar pesquisar, analisar e selecionar perfis de pessoas que realmente se encaixem na condição de clientes ideais da sua empresa. No Marketing Digital esse conceito já é amplamente difundido pela estratégia de definição de persona.

É possível que um único ramo de negócio ou empresa abranja mais de uma segmentação de público, mas é preciso cuidar para que isso não se expanda e perca o foco. É preciso trabalhar em menos segmentos mais definidos para criar um relacionamento duradouro e, acima disso tudo, lucrativo.

A ideia é personalizar não somente o público, mas a comunicação, a linguagem, o tom, a abordagem porque, como falamos anteriormente, as pessoas estão buscando exclusividade. Elas querem que as marcas entendam que suas vontades, desejos, desafios e problemas são únicos e devem ser tratados como tal.

Você conhece seu produto, conhece seu serviço, agora, tá na hora de conhecer seu público. Você está preparado?

Michele Garbin

Redatora publicitária, mãe coruja e leitora assiduamente assídua. Graduada em Letras, Especialista em Metodologia no Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira e amante e aprendiz de publicitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *