Ideias que
conectam pessoas
“Errou feio, errou rude”: como lidar com o erro no trabalho

“Errou feio, errou rude”: como lidar com o erro no trabalho

É muito difícil encontrar alguém que nunca tenha cometido um deslize no trabalho. Aquela situação embaraçosa e desagradável que, se mal administrada, pode levar a estragos de proporção estratosférica.

Errar no trabalho, apesar de frequente, ainda é um tabu. É uma situação complicada para quem precisa corrigir o responsável e, ainda mais, para quem cometeu o erro.

Fomos desenvolvidos para aceitar somente o acerto, para lidar com o que está 100%. Não somos (ainda) capazes de ver o lado bom no fato de errar. Não encaramos o erro como evolução; vemos como o fim da linha.

Cada situação é única e precisa ser analisada com cuidado, mas, algumas sugestões podem ser seguidas para (ao menos tentar) minimizar os estragos feitos.

1. Errou? Desculpe-se e corrija!

Básico, mas bastante esquecido: se errou, busque uma solução para corrigir o mais depressa possível. Chorar sobre o leite derramado, lamentando o acontecido não vai melhorar as coisas.

Converse com o seu líder e mostre que, apesar de ter feito caquinha, você já está buscando uma forma de solucionar e manter as coisas andando.

2. Não passe o erro do outro adiante

Questão de ética e profissionalismo: alguém já disse, alguma vez, que, quando você fala mal de Fulano, isso diz mais sobre você do que sobre o Fulano? Espalhar fofocas ou situações com terceiros só prejudica a todos.

Se não for pra ajudar a resolver, não se meta!

3. Responsabilize sobre o seus atos

Se você está em um ambiente de trabalho, você – a menos que seja superdotado – não é uma criança. Então, nada justifica o fato de querer encontrar alguém para jogar a culpa, sendo que o erro foi seu.

Assuma seus atos e as consequências deles. Isso sim mostra caráter, ética e profissionalismo; além disso, aumenta, consideravelmente, a confiança da equipe em você.

4. Evolua com o erro

Passado o erro e resolvida a situação, é o momento de refletir para evoluir. Tente encarar a situação como um atalho mal escolhido para o sucesso. Aprenda com ele.

Use o erro para evitar que, no futuro, você não volte a cometê-lo.

Trabalhar em grupo não é uma tarefa fácil e todos estamos passíveis ao erro. A transparência e a atitude, nesse caso, são o melhor remédio.

E você, como lida com o erro? Conte pra gente nos comentários!

Michele Garbin

Redatora publicitária, mãe coruja e leitora assiduamente assídua. Graduada em Letras, Especialista em Metodologia no Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira e amante e aprendiz de publicitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *