Ideias que
conectam pessoas
Criatividade e inovação no ambiente de trabalho

Criatividade e inovação no ambiente de trabalho

É cada vez maior o número de indivíduos e organizações que buscam o aprimoramento pessoal e profissional. É uma busca constante por instrumentos, ferramentas e técnicas para ter um melhor posicionamento dentro da empresa.

Além do treinamento básico exigido por alguns cargos, o avanço da tecnologia, a competitividade no mundo moderno e os consumidores – cada vez mais exigentes – requerem muito mais dos colaboradores, para que atualizem constantemente suas habilidades ao longo da vida profissional.

Para participar de um mercado tão competitivo é indispensável o planejamento estratégico, informações e conhecimentos amplos, isso em todos os níveis da organização. Com isso, uma ferramenta muito importante para o desenvolvimento do profissional e da empresa é o treinamento.

O principal objetivo de um programa de treinamento é orientar e implementar meios para possibilitar a aprendizagem dos colaboradores, incentivando-os para que saibam que beneficiando a empresa, estarão beneficiando a si mesmos.

  • Para desenvolver um treinamento, deve-se destacar primeiramente os objetivos:
  • Desenvolver uma visão nos colaboradores, na qual os objetivos pessoais e profissionais possam ser alcançados de maneira inovadora e conjunta;
  • Desenvolver a capacidade de criar, eliminando as dificuldades;
  • Promover táticas para criar materiais dentro da necessidade de cada cliente;
  • Desenvolver a capacidade de trabalhar e testar seus conhecimentos, beneficiando a empresa e, por consequência, o cliente ;
  • Melhorar o planejamento da organização para que o diálogo e a comunicação fluam livremente;
  • Aperfeiçoar o poder de criatividade e inovação dos envolvidos.

Treinamento não é sinônimo de passatempo. Deve ser encarado como um grande investimento, feito sob medida e atendendo as necessidades. As pessoas e as organizações devem crer que se trata de um processo sério e que trará benefícios para todos.

Sobre profissionais inovadores

Engana-se quem acredita que para inovar é só pensar, que a ideia surge; inovação também é suor. Só consegue inovar quem acredita na ideia, olha para fora e percebe as necessidades dos consumidores para compartilhar informações. O maior desafio para a inovação no dia a dia é fazer as outras pessoas comprarem a ideia. A empresa pensa no resultado de curto prazo e a inovação precisa de tempo e pesquisa.

O profissional inovador deve cultivar três habilidades básicas: ser curioso, ser receptivo para o trabalho em equipe e não ter medo de tentar e errar. Mais importante do que saber as coisas, é saber onde procurar e aprender.

Aposte em mudança e torne-se muito mais do que um profissional inovador, seja uma pessoa inovadora sempre!

Géssica Bergamin

Acadêmica do 5º período de Administração, identifica-se com a matemática e é amante de um bom livro. Ansiosa e perfeccionista, gosta de problemas resolvidos com rapidez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *